HALAU & KUMU

Halau e Kumu

A tradução da palavra Havaiana “HALAU” ao pé da letra seria “Casa Longa de Madeira”, mas o seu sentido vai além, onde se ensina a tradição e a cultura deste povo, perpetuando valores, para a compreensão e conhecimento da sabedoria de nossos KUPUNAS (antepassados), transmitindo costumes, ética e valores morais as futuras gerações, de modo que possam prosperar e perpetuar a cultura de geração em geração.

Kumu Keoni Chang

A palavra Kumu, significa literalmente “fonte de sabedoria e conhecimento”, na cultura Havaiana o Kumu tem como missão passar os antigos ensinamentos de sua cultura, como um professor.

Para se alcançar esse título tão especial há uma longa jornada até o apogeu individual de cada Kumu.  Para se tornar um Kumu é necessário conhecer amplamente todas as vertentes da cultura Havaiana, da mitologia até o conhecimento geral, no contexto da dança, além de dominar os instrumentos Havaianos.

Um Kumu tem um papel espiritual tornando-se naturalmente um líder religioso que orienta sobre ética e moral dentro do grupo, há também  a responsabilidade cerimonialista, a jornada completa do processo de aprendizagem para se tornar um verdadeiro Kumu dura no mínimo uma década, o que caracteriza a sabedoria que só a velhice pode trazer aos Kumus.

O Kumu da Ohana Hula Aloha Brasil  é o senhor Keomi Chang! Keomi nasceu no Havaí e atualmente reside na Califórnia na cidade de China Hills administrando e ministrando aulas de Hula em seu Halau Nā Pua Lehua I Ka Ua Noe, desde sua fundação em 2003.

Iniciou seu aprendizado aos 17 anos com sua própria família dançando por 20 anos. Aos 37 anos conheceu o Kumu “John Ka Imikaua no Ka Piko”, um dos mestres das artes antigas do hula que viveu na ilha de Molokai, adquirindo ensinamentos ancestrais passados de geração em geração.