MANA: Religiosidade ou Espiritualidade

Mana, ou energia espiritual, cobre todos os aspectos no mundo dos havaianos. A mana de cada ser humano, rocha, primavera, pássaro, flor, é como um presente dado pelos deuses, e expressa sua essência o que ele se tornou na sua existência. Em humanos, a evidência da mana é inata ou adquirida (pois o destino de cada ser vivente é variável, imbuído de vários aspectos ou direções, consequências de atos e escolhas) pode assumir a forma de inteligência, habilidade, prestígio ou capacidade de liderança. Através de orações e intenções, a mana de coisas, lugares, pessoas ou deuses poderiam ser aumentados e alimentados, ou transmutada, conforme o seu desejo.

DEUSES_MANA

Os havaianos reconheceram as forças poderosas do mundo natural na sua adoração dos Akua (deuses) e ‘Aumakua (ancestrais). Os akua representavam diferentes aspectos da natureza, a adoração de ‘aumakua, ou figuras ancestrais ligadas as atuais gerações resultado das passadas, continuando volta para as origens do mundo. Desta forma, os havaianos tecem as suas histórias individuais para o maior tecido e unificando sua cultura. As histórias de deuses havaianos e ‘Aumakua contêm uma variedade infinita, mas todos eles refletem os valores fundamentais para a sociedade: respeito pela terra, mar, águas e uns aos outros, cuidado e manejo de plantas e animais, e assim o todo, se esforça para manter o equilíbrio harmônico, da estrutura á unidade.

Deixe seu comentário